Pular para o conteúdo principal

Ira infundada

Leitura Bíblica: Mateus 18.28-35

A discrição do homem o torna longânimo, e sua glória é perdoar as injúrias (Pv 19.11).

Conta uma lenda africana que certa vez um filhote de leopardo afastou-se de casa e se aventurou entre uma grande manada de elefantes. Seus pais o tinham adver­tido para manter distância daqueles gigantescos animais, mas ele não lhes deu ouvidos. De repente, houve um estouro da manada e um elefante, sem sequer vê-lo, pisou no filhote. Pouco depois, uma hiena encontrou o corpo e correu para contar aos pais: Trago notícias horríveis - disse ela - Encontrei seu filhote morto na savana. A mãe e o pai leopardos deram urros de raiva e desespero. Como aconteceu? - perguntou o pai - Diga quem fez isso com nosso filho! Não descansarei até me vingar! Foram os elefantes - disse a hiena. Os elefantes? - repetiu o pai leopardo, surpreso - Você disse que foram os elefantes? Sim - afirmou a hiena - vi as pegadas deles. O leopardo andou de um lado para o outro, rosnando e balan­çando a cabeça. Não, você se enganou - disse por fim - Não foram os elefantes. Foram as cabras. As cabras assassinaram meu filho! Imediatamente deu uma corrida morro abaixo, irrompeu entre um rebanho de cabras que pastavam no vale e, num ataque de fúria, matou todas em vingança. 
Acredito que o leopardo, vendo que não teria forças para se vingar dos grandes elefantes, descontou sua ira nas pobres e indefesas cabras. Veja aqui um acontecimento muito comum entre nós humanos. Por exemplo, quantos maridos ofendidos pelos seus patrões ou clientes descontam sua raiva em casa, discutindo com seus familiares. Muitas vezes somos humilhados por pessoas poderosas e ficamos calados, mas procuramos alguém mais humilde para também humilhar. Existem situações que pelo mesmo motivo, gritamos com alguns e sorrimos para outros. 
Que possamos refletir sobre a necessidade de tratar a todos igualmente. Tratemos a todos com bondade, demonstrando que conhecemos a Deus, seu amor e misericórdia. Que todos os nossos atos sejam feitos com amor (1Co 16.13).

Sejamos pacificadores.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E-books dos livros

Livro mensagens diárias E-books na Amazon Mensagens Diárias 9 - https://a.co/d/h4iP1oj Mensagens Diárias 7 - https://a.co/d/2wDSJiz PDF na hotmart Mensagens Diárias 1 -   https://pay.hotmart.com/I87675127Q Mensagens Diárias 2 -   https://pay.hotmart.com/K87815875W Mensagens Diárias 3 - https://pay.hotmart.com/E87815918X Mensagens Diárias 4   - https://pay.hotmart.com/X87815923P Mensagens Diárias 5 - https://pay.hotmart.com/D87815934P Mensagens Diárias 6   - https://pay.hotmart.com/O87815953W Mensagens Diárias 7 - https://pay.hotmart.com/H87815973Q Mensagens Diárias 9 - https://pay.hotmart.com/H87816003U O livro mensagens diárias traz uma meditação para cada dia do ano.  Passagens bíblicas, ilustrações, histórias interessantes.  O autor também escreve para o Presente Diário da Rádio Trans mundial a mais de 15 anos. Escreveu o livro mensagens diárias (8) da Editora Cultura Cristã em 2022.

Estou aqui

Leitura bíblica: João 1.10-14 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo (Ap 3.20). Ano novo! O que nos espera? O que iremos conquistar? Isso depende dos caminhos nos quais iremos andar e na companhia de quem iremos seguir.   Existem dois caminhos: O caminho que leva para perto de Deus, que é um caminho que diz sim para o sim de Deus e não para o não de Deus. E existe o caminho que leva para longe de Deus, que é um caminho que diz sim para o não de Deus e diz não para o sim de Deus. A boa notícia para o ano novo é que podemos andar no bom caminho. Podemos seguir nossa vida ao lado de Jesus. Edward Welch disse: “A melhor notícia que ouviremos é que pela fé, todo crente tem pleno acesso, como sacerdote, para aproximar-se corajosamente do trono da graça”. Jesus disse: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Ap 3.20)

Queimem os navios

Leitura bíblica: Lucas 9.61-62 E a mulher de Ló olhou para trás e converteu-se numa estátua de sal (Gn 19.26). Como nos comportamos diante das adversidades? “Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades” (Epicuro).   A vitória é fruto da persistência e da resistência. Quem desiste antes do tempo está desperdiçando tudo que já conquistou. Conta-se que quando Fernando Cortez, vindo da Espanha no ano de 1519, aportou às praias mexicanas, com algumas centenas de soldados, para conquistar o território, perguntou-lhes quais os que desejavam regressar à pátria, receosos das lutas que os esperavam contra os indígenas do México. Ninguém se apresentou. Então mandou o arrojado aventureiro lançar fogo em todos os navios em que tinham vindo para América, reduzindo-os a cinzas, a fim de cortar de vez toda e qualquer esperança de regresso ou fuga. Agora era vencer ou morrer.   Em nossa vida enfrentamos batalhas diariamente. Por mais que estejamos com medo, ou nos sentindo fr