Pular para o conteúdo principal

Amor sacrificial

Leitura Bíblica: Efésios 5.1-2

Entretanto, mesmo que seja eu oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, alegro-me e, com todos vós, me congratulo (Fp 2.17).

Quando ouvimos as palavras “amor sacrificial” lembramos do amor de Deus por nós. Lembramos de Cristo morrendo na cruz para nos salvar. Mas também devemos lembrar do amor que temos por Cristo. Nós devemos amar a Cristo. Nosso amor por Jesus deve ser um amor sacrificial. Paulo afirma em Efésios 5 que devemos andar em amor. Diz que isso significa que devemos imitar a Deus. “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave” (Ef 5.1-2). Como devemos amar a Deus e ao nosso próximo? Devemos seguir o exemplo de Cristo. Será que estamos dispostos a isso? Conta-se que um jovem japonês estava contemplando o sagrado Monte Fuji­ Yama, numa atitude de adoração fervorosa. Um viajante cristão que o observava, delicadamente, lhe perguntou por que se sentia desse modo emocionado, olhando para aquele monte. O jovem, então, lhe explicou que o monte era o símbolo do imperador, a quem amam mais do que a própria vida. Narrou para o cristão a história de alguns soldados na guerra que enfrentaram uma cerca de fios elétricos, que impedia a aproximação dos japoneses aos inimigos. O general chamou voluntários, e foi logo dizendo: “Esta chamada é a da morte. Cada homem irá sozinho, aproximando-se da cerca, às escondidas, e cortando um dos fios. A corrente elétrica o matará. A tarefa exige muitos homens, porém, quando este trabalho mortífero for terminado, o exército inteiro marchará sobre os vossos corpos para vencer o inimigo e assegurar a vitória para o vosso imperador”. Aqueles soldados demonstraram que amavam ao imperador mais do que a própria vida. 
Como cristãos, como temos demonstrado nosso amor a Cristo? Paulo foi um dos soldados que deu sua vida por amor a Cristo. Estamos dispostos a amar a Jesus, mesmo que isso custe a nossa própria vida?

Quem por amor perde, ganha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E-books dos livros

Livro mensagens diárias E-books na Amazon Mensagens Diárias 9 - https://a.co/d/h4iP1oj Mensagens Diárias 7 - https://a.co/d/2wDSJiz PDF na hotmart Mensagens Diárias 1 -   https://pay.hotmart.com/I87675127Q Mensagens Diárias 2 -   https://pay.hotmart.com/K87815875W Mensagens Diárias 3 - https://pay.hotmart.com/E87815918X Mensagens Diárias 4   - https://pay.hotmart.com/X87815923P Mensagens Diárias 5 - https://pay.hotmart.com/D87815934P Mensagens Diárias 6   - https://pay.hotmart.com/O87815953W Mensagens Diárias 7 - https://pay.hotmart.com/H87815973Q Mensagens Diárias 9 - https://pay.hotmart.com/H87816003U O livro mensagens diárias traz uma meditação para cada dia do ano.  Passagens bíblicas, ilustrações, histórias interessantes.  O autor também escreve para o Presente Diário da Rádio Trans mundial a mais de 15 anos. Escreveu o livro mensagens diárias (8) da Editora Cultura Cristã em 2022.

Estou aqui

Leitura bíblica: João 1.10-14 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo (Ap 3.20). Ano novo! O que nos espera? O que iremos conquistar? Isso depende dos caminhos nos quais iremos andar e na companhia de quem iremos seguir.   Existem dois caminhos: O caminho que leva para perto de Deus, que é um caminho que diz sim para o sim de Deus e não para o não de Deus. E existe o caminho que leva para longe de Deus, que é um caminho que diz sim para o não de Deus e diz não para o sim de Deus. A boa notícia para o ano novo é que podemos andar no bom caminho. Podemos seguir nossa vida ao lado de Jesus. Edward Welch disse: “A melhor notícia que ouviremos é que pela fé, todo crente tem pleno acesso, como sacerdote, para aproximar-se corajosamente do trono da graça”. Jesus disse: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Ap 3.20)

Queimem os navios

Leitura bíblica: Lucas 9.61-62 E a mulher de Ló olhou para trás e converteu-se numa estátua de sal (Gn 19.26). Como nos comportamos diante das adversidades? “Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades” (Epicuro).   A vitória é fruto da persistência e da resistência. Quem desiste antes do tempo está desperdiçando tudo que já conquistou. Conta-se que quando Fernando Cortez, vindo da Espanha no ano de 1519, aportou às praias mexicanas, com algumas centenas de soldados, para conquistar o território, perguntou-lhes quais os que desejavam regressar à pátria, receosos das lutas que os esperavam contra os indígenas do México. Ninguém se apresentou. Então mandou o arrojado aventureiro lançar fogo em todos os navios em que tinham vindo para América, reduzindo-os a cinzas, a fim de cortar de vez toda e qualquer esperança de regresso ou fuga. Agora era vencer ou morrer.   Em nossa vida enfrentamos batalhas diariamente. Por mais que estejamos com medo, ou nos sentindo fr